Saiba
Médica alerta: ninguém deveria usar máscara de proteção que tenha costura no meio
A epidemiologista Denise Garrett lembra também de alguns detalhes que podem prejudicar a eficácia do item quando o assunto é proteção

Publicado em 25/11/2020 18:44 - Atualizado em 25/11/2020 18:44

Foto/Reprodução


Junto do isolamento social, máscaras são uma das formas mais eficazes de se prevenir a COVID-19 e, por isso, têm sido fabricadas em uma infinidade de formatos e cores.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Alguns, porém, não são adequados para a proteção efetiva contra o novo coronavírus – e as que têm uma costura passando pelo meio do tecido são um dos tipos que devem ser evitados, segundo médicos.

Médica alerta: costura na máscara reduz eficácia

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), as máscaras caseiras só são adequadas para prevenir a COVID-19 quando são confeccionadas preferencialmente com algodão e têm três camadas de tecido.

Mas, além disso, a epidemiologista Denise Garrett lembra também de alguns detalhes que podem prejudicar a eficácia do item quando o assunto é proteção.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em seu perfil do Twitter, a médica – que atua nos Estados Unidos e é vice-presidente do Sabin Vaccine Institute – constantemente dá dicas sobre como prevenir a COVID-19 enquanto não há vacina contra a doença – e, recentemente, ela foi categórica sobre os modelos que têm costuras passando pela área do tecido que fica na frente do nariz e da boca.

Modelos assim são comuns, mas, segundo a especialista, devem ser evitados. “Tenho visto muitas máscaras com costura no meio por aí – elas são menos efetivas.

O vírus é muito menor q o buraco de uma agulha”, explica a epidemiologista, lembrando também que máscaras feitas com trama mais “aberta”, como tricô, também devem ser evitadas. “Máscara boa é de algodão fechado (muitos fios) e três camadas”, explicou ela.

Do VIX


COMPARTILHAR NO WHATSAPP