Dica de Viagem
Galinhos, no RN, tem praias isoladas, farol à beira-mar e montanhas de sal como paisagem
O melhor jeito de chegar a Galinhos é pegar duas horas de estrada desde a capital potiguar

Publicado em 14/11/2020 19:04

Foto/Divulgação


Galinhos, no Rio Grande do Norte, é uma península. Isso significa que a cidade é banhada pelas águas do mar por quase todos os lados. No destino, a 170km de Natal, o turista encontra um farol à beira-mar, praias isoladas, uma montanha de sal, dunas, um mangue cheio de vida e bastante sol e vento.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O pequeno município fica na região conhecida como Polo Costa Branca - nome que faz referência tanto às dunas quanto às montanhas de sal criadas por empresas de extração de sal, ambas abundantes neste pedaço do Rio Grande do Norte.

O melhor jeito de chegar a Galinhos é pegar duas horas de estrada desde a capital potiguar (pelas BR-406 e RN-402) e depois cruzar um braço de mar que banha a cidade.

 — Foto: Prefeitura de Galinhos/Reprodução

— Foto: Prefeitura de Galinhos/Reprodução

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Os turistas deixam os carros em um estacionamento público, com segurança 24h, e pegam um barco no porto de Pratagil. A travessia leva apenas 10 minutos e acontece diariamente a cada meia hora.

Ao desembarcar, o visitante se depara com um lugar onde carros comuns não circulam. Você tem a opção de contratar um burro-táxi: charretes usadas para ajudar os visitantes no transfer do píer até sua hospedagem. É que em Galinhos só é possível se locomover com veículos 4x4, buggy ou nas charretes de tração animal.

Com menos de três mil habitantes e muito espaço nas areias para você se isolar, o município tem 57 anos de fundação. Até o início dos anos 60 ele era um distrito de São Bento do Norte, outra cidade da região. Emancipado em 1963, Galinhos tinha sua economia baseada na pesca e na extração de sal. Foi só nos últimos anos que a vocação para o turismo passou a ser mais notada.

Uma das atrações do lugar é o fotogênico Farol de Galinhos. Seja na maré baixa, quando você pode chegar bem pertinho, ou na maré alta, quando o Farol desponta no mar, vale dedicar alguns cliques para registrar o cenário - principalmente na hora do pôr do sol.

 — Foto: Prefeitura de Galinhos/Reprodução

— Foto: Prefeitura de Galinhos/Reprodução

 — Foto: Prefeitura de Galinhos/Reprodução

— Foto: Prefeitura de Galinhos/Reprodução

Leia mais direto do G1


COMPARTILHAR NO WHATSAPP