Saiba
Fique Atento: O que deixar e o que nunca deixar no carro
Um dia, você olha em volta e vê que o carro se transformou em um depósito e está cheio de coisas.

Publicado em 09/07/2021 12:18

Foto/Reprodução


Do Icarros - Esse é o tipo de coisa que costuma acontecer com quem passa muitas horas por dia dentro do automóvel – e, às vezes, com aqueles que percorrem diariamente distâncias mais curtas, também. Um dia, você olha em volta e vê que o carro se transformou em um depósito e está cheio de coisas. 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Algumas delas são até bem úteis no dia a dia – como, quem sabe, um guarda-chuva –, outras, nem tanto e outras ainda, a despeito de sua aparência inocente, podem se transformar em fonte de problemas.  

Para ajudá-lo a ter critério no que levar, tirar ou deixar no carro, apresentamos a seguir uma pequena lista, elaborada com ajuda do especialista e CEO do Zul+, André Brunetta. Vale lembrar também que, além de tudo, quanto mais peso levar no carro, maior será o consumo de combustível. 

Leia Também:   Precisando de dinheiro? 9 dicas para fazer um empréstimo pessoal online seguro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Álcool gel e máscara descartável 

Ter máscaras descartáveis de reserva, para você e passageiros, no veículo pode ajudar caso precisem trocar. Já o antisséptico, por ser inflamável, não deve ficar no carro, pois em caso de altas temperaturas (ao sol), pode até provocar um incêndio. Use um frasco pequeno e leve com você. 

Garrafas de água PET 

Deixadas sobre o estofamento, as garrafas PET podem funcionar como uma lente de aumento e até provocar um incêndio. Além disso, sob altas temperaturas, essas embalagens liberam substâncias tóxicas. Dê preferência a garrafas de alumínio, que são reutilizáveis e mantém a água fresca por mais tempo.  

Medicamentos 

Os remédios são muito sensíveis à luz e ao calor e podem perder o efeito (ou até fazer mal à saúde) se expostos a condições extremas. Se precisa levar medicamentos com você, coloque eles em uma bolsa ou mochila.  

Caixa de primeiros socorros 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Você não precisa transformar o carro em ambulância e, como dissemos, deixar remédios no carro não é recomendável. Mas ter um estojo com tesoura, curativos, esparadrapos, ataduras e algodão pode ser providencial numa emergência, tanto para você, quanto outra pessoa que precise de ajuda. 

Guarda-chuva 

Sair de casa cedo com sol e céu azul e, ao longo do dia, ver o tempo mudar radicalmente é quase que uma garantia para um resfriado. Ter um guarda-chuva, de preferência leve e compacto, no carro é uma tremenda precaução contra espirros e tosse. 

Kit básico de ferramentas 

Não é para transferir a oficina para o porta-malas, mas ter um pequeno conjunto de ferramentas, bem básicas – alicate, chaves de fenda (philips e comum), fita isolante, um pedaço de arame e um par de luvas de algodão podem ser uma mão (limpa) na roda. 

Carregador/cabo e suporte de celular 

Difícil pensar em dirigir, especialmente em viagens e trajetos mais longos, sem ter o apoio “logístico” e de mídia de um smartphone. Um bom suporte permite consultar a tela do aparelho sem cometer infrações de trânsito. Um carregador ou um cabo que permita recarga via USB é outro item fundamental. Para não esquecer, deixe logo no carro. 

Isqueiros, líquidos e objetos inflamáveis 

Sprays, aerossóis e isqueiros contêm material altamente inflamável e podem se transformar em pequenas bombas incendiárias sob o calor intenso (uma vaga ao sol, por exemplo). Nunca deixe nenhum produto ou item desse tipo a bordo. 

Equipamentos eletrônicos 

As temperaturas mais altas são inimigas cruéis para os eletrônicos, como smartphones, câmeras, tablets e notebooks. Por isso, ainda que por poucas horas, evite deixá-los no carro, pois o prejuízo pode ser grande. Além disso, eles se encaixam no item abaixo. 

Leia Tambem: Esqueceu de pagar a conta da luz? Descubra qual é o prazo para o corte de energia

Objetos de valor 

Sabe o ditado “a ocasião faz o ladrão”? Deixar bolsas, mochilas, carteiras, câmeras e até mesmo roupas – como casacos e jaquetas – podem funcionar como verdadeiras iscas para os amigos do alheio. Não deixar nada disso, pelo menos à vista, é um bom modo de não se aborrecer depois. 

Uma última observação: por distração, não é raro que algum lixo (embalagens de alimentos vazias, por exemplo) acabe se acumulando no carro, o que pode causar até mau cheiro – ou, ainda pior, atrair passageiros clandestinos do tipo que tem anteninhas. Por isso, pelo menos uma vez por semana, dê uma boa olhada no chão e entre os bancos do carro, removendo o que não deve estar ali. 


COMPARTILHAR NO WHATSAPP