Lamentável
Corpo de criança de 4 anos morta após ataque de cachorro é enterrado
Menina de 4 anos brincava no quintal de casa com amigos quando foi atacada, e faleceu 43 minutos após dar entrada na Unidade Pré-Hospitalar (UPH) de Xerém. Sepultamento aconteceu neste domingo (1).

Publicado em 02/08/2021 10:19

Foto/Reprodução TV Globo


Foi enterrado o corpo da criança de quatro anos que foi atacada e morta pelo cachorro da família no último sábado (31), em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O enterro aconteceu no domingo (1º) no Cemitério de Bongaba, em Piabetá.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Esther Vianna da Silveira estava brincando no quintal de casa com outras crianças quando foi atacada pelo animal, um rottweiler que, segundo a mãe, convivia diariamente com a menina há dois anos.

A menina chegou com vida na Unidade Pré-Hospitalar e Ambulatorial de Xerém, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo a Secretaria de Saúde de Duque de Caxias, ela apresentava lesões gravíssimas na cabeça e face, com laceração de couro cabeludo e sinais de fraturas de crânio e perfurações múltiplas de tórax, sinalizando ocorrência de pneumotórax.

“A família toda sempre se deu bem com o cachorro. Foi uma coisa surpresa para todo mundo. Até para a família”, disse Larissa Silva Santos, amiga da família.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Outra amiga da família lembrou que Esther era uma menina feliz.

“Era uma menina alegre, feliz. A lembrança que eu tenho dela é fazendo o cabelo, pedindo para fazer as mechinhas rosa. Ela se arrumando para ir para a festa junina e pedindo para fazer vídeo”, afirmou Priscila Almeida Silva.

Leia Também: Homem leva menina de 15 anos ao hospital e diz que ela morreu após relação íntima

O Caso

A menina Esther Vianna da Silveira, de 4 anos, morreu, na tarde de sábado (31), após ser atacada por um cão da raça Rottweiler, no quintal de sua casa, em Xerém, distrito de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

O corpo de Esther foi enterrado neste domingo (1), no Cemitério de Bongaba, em Magé.

Esther foi socorrida com ferimentos no rosto, na cabeça e no tórax. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Duque de Caxias, a menina faleceu 43 minutos após dar entrada na Unidade Pré-Hospitalar (UPH) de Xerém.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com a secretaria, o estado de saúde de Esther era "gravíssimo".

Segundo Talita Vianna da Silveira, mãe da menina, o cachorro estava solto e a filha "tinha o hábito de brincar com ele que já fazia parte da família há dois anos". De acordo com a mãe, o animal nunca havia atacado a criança.

Portal G1
 


COMPARTILHAR NO WHATSAPP