Saiba
66 modificações e 85% do corpo tatuado: como Michel Praddo se tornou o 'Diabão'
Michel detalhou ao G1 cada uma das modificações já feitas no corpo.

Publicado em 08/07/2021 10:35 - Atualizado em 08/07/2021 10:35

Foto/Reprodução


Do G1 - O homem conhecido como 'Diabão', de Praia Grande, no litoral de São Paulo, detalhou ao G1 nesta quinta-feira (8) que já fez um total de 66 procedimentos de modificação corporal, e que tem 85% do corpo tatuado.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A meta dele é ser o homem mais modificado do mundo e entrar para o Guinness Book, o livro dos recordes.

Tanto Michel Praddo, de 46 anos, como a esposa Carol Praddo, de 36, a 'Mulher Demônia', têm quase todo o corpo tatuado, e são conhecidos pelas modificações corporais já realizadas, incluindo chifres implantados na testa.

Leia Também:   10 coisas que são muito comuns e aumentam os riscos de câncer

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Diabão já havia retirado parte do nariz, cortado as orelhas e alongado os dentes. Recentemente, ele removeu o dedo anelar para o projeto 'La Garra', e passou a usar uma dentadura de prata.

Veja cada um dos 66 procedimentos já feitos por Diabão:

  • 17 implantes de silicone
  • 30 escarnificações (técnica de modificação corporal que consiste em cortes superficiais na pele)
  • Sete implantes transdermais
  • Uma remoção do nariz
  • Uma remoção da orelha
  • Uma remoção do mamilo
  • Uma remoção do dedo anelar
  • Uma remoção do umbigo
  • Uma eyeball tattoo (tatuagem no olho)
  • Uma língua bifurcada
  • Uma língua tatuada
  • Uma bifurcação das laterais da boca
  • Um implante dentário cromo
  • Uma lipoaspiração
  • Uma abdominoplastia

Diabão relatou ao G1 que os pontos da abdominoplastia que ele realizou recentemente se romperam, e ele terá que fazer um novo procedimento.

Na cirurgia, Michel também optou por remover o umbigo. Ele diz que se recuperou bem, mas percebeu que ainda havia um pouco de sobra de pele. Por isso, passou por uma operação corretiva no último dia 28.


COMPARTILHAR NO WHATSAPP