Saiba Mais
STJD pode tirar Gabigol e Bruno Henrique da reta final do Brasileirão
A dupla de ataque do Flamengo será julgada na próxima sexta-feira e pode pegar de 6 a 12 jogos de suspensão caso seja considerada culpada

Publicado em 02/02/2021 16:51

Foto/Reprodução


O Flamengo retomou a vice-liderança do Campeonato Brasileiro ao derrotar o Sport por 3 x 0, na segunda-feira (1/2), no Recife, mas pode ficar sem dois de seus principais jogadores para as rodadas finais da competição. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) marcou para esta sexta-feira (5/2) o julgamento do atacante Gabriel por conta da expulsão na partida contra o Bahia, no dia 20 de dezembro. E também retomou o processo do companheiro de ataque Bruno Henrique, relativo ao jogo contra o Goiás na 11ª rodada.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Gabriel será julgado por ofensas à arbitragem contra o Bahia.

O Flamengo venceu o jogo por 4 x 3, mas o atacante foi expulso aos nove minutos do primeiro tempo, visto que o árbitro afirmou que o jogador o xingou. Com isso, foi denunciado duas vezes no artigo 258 II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que se trata de desrespeitar a arbitragem. Sua pena pode chegar a 12 jogos.

No caso de Bruno Henrique, a punição pode chegar a até seis jogos de suspensão. Isso porque a Terceira Comissão Disciplinar vai analisar como “jogada violenta”.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O atacante atingiu o rosto do volante Breno, que fraturou o nariz. Antes, a comissão havia entendido que não havia motivo para reconhecer a denúncia, pois o lance não fugiu da visão da arbitragem.

Dupla joga contra o Vasco

Como a audiência está marcada para esta sexta-feira, Gabigol e Bruno Henrique não terão problemas para enfrentar o Vasco, nesta quinta, pela 34ª rodada do Brasileirão. No entanto, caso sejam punidos pelo STJD, serão desfalques nas próximas partidas. Na reta final da competição e em busca pelo título, o clube rubro-negro ainda enfrenta Red Bull Bragantino, Corinthians, Internacional e São Paulo.

Do Metropoles


COMPARTILHAR NO WHATSAPP