Brasil
Filha de bicheiro atingida por tiros na Zona Oeste do Rio teve pai, marido e irmão assassinados

Publicado em 09/10/2019 11:02

Foto/Reprodução


Do G1Os tiros que atingiram Shanna Harrouche Garcia, 34 anos, na terça-feira (8), no estacionamento de um shopping na Zona Oeste do Rio, não são o único episódio de violência envolvendo a família Garcia, historicamente ligada à contravenção e ao carnaval no Rio de Janeiro.

Shanna é filha de Waldomiro Paes Garcia, o Maninho, contraventor e ex-patrono da escola de samba Acadêmicos do Salgueiro, assassinado em 2004, também na Zona Oeste.

O contraventor teve outros dois filhos: Tamara, irmã gêmea de Shanna, e Myro Garcia, que foi assassinado em 2017. O primeiro marido de Shanna, conhecido como Zé Personal, também foi assassinado em 2011.

A família é proprietária de haras e fazendas com cavalos de raça e cabeças de gado, na Região Serrana do estado. O Ministério Público do RJ chegou a afirmar que Shanna chefiava uma quadrilha, mas nada foi provado, e ela nunca foi presa.

Redes Sociais: haras e viagens

No Facebook, Shanna ostenta selfies "fazendo carão", fotos de biquíni, dos dois filhos, em viagens e a paixão pelo hipismo – esporte que praticou durante alguns anos. Na última postagem pública, ela publicou uma foto recordando a época em que participava de competições.

 
Shanna em foto publicada em rede social na qual ela aparece com a cidade de Londres ao fundo (8) — Foto: Reprodução / Rede social


COMPARTILHAR NO WHATSAPP