Atenção
Auxílio emergencial: 2ª parcela será paga a partir de segunda-feira, diz presidente da Caixa e fala novidade sobre conta digital

Publicado em 14/05/2020 20:29 - Atualizado em 14/05/2020 20:29

Foto/Reprodução


Do G1 -  O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, anunciou nesta quinta-feira (14) que a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 será depositada a partir da próxima segunda-feira (18).

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Segundo Guimarães, o pagamento será escalonado com base na data de nascimento dos beneficiários. O cronograma exato será divulgado nesta sexta (15), às 15h. ATUALIZAÇÃO: Calendário já divulgado. Veja no final da matéria

Nesta quinta, o G1 mostrou que a Caixa completou duas semanas sem liberar novos créditos do auxílio emergencial. O último balanço dos pagamentos divulgado pelo banco, às 12h da terça-feira (13), apontava que haviam sido creditados até então R$ 35,5 bilhões a 50 milhões de brasileiros - mesmos números informados desde 30 de abril.

Primeira parcela pendente

Pedro Guimarães também anunciou que a Caixa pagará, entre sexta (15) e sábado (16), mais um "lote" referente à primeira parcela. Devem ser incluídos, nesse momento, pessoas que tiveram inconsistências no cadastro e, por isso, ainda estavam com o benefício pendente.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O presidente da Caixa não informou quantas pessoas serão incluídas nesse pagamento, e nem se haverá novas liberações da primeira parcela do auxílio de R$ 600 nas próximas semanas.

Até esta quinta, mesmo quem já recebeu a primeira parcela sem problemas ainda não tinha a confirmação do cronograma. Apenas os trabalhadores que já são beneficiários do Bolsa Família têm data para receber, já que os pagamentos seguem o calendário do Bolsa.

Outros milhões de brasileiros ainda aguardam a concessão do benefício, sem saber se – e quando – vão receber.

No começo do mês, beneficiários viraram a noite na porta de agências da Caixa

Leia Também:

10 sinais de que você precisa parar de comer glúten imediatamente!

7 coisas que a cor do sangue de sua menstruação podem revelar

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Varizes nas pernas: conheça os sintomas, saiba como previnir e como tratar

Conta digital para todos

O presidente da Caixa também afirmou, na live, que o banco vai criar contas digitais para todos os beneficiários do auxílio emergencial.

No pagamento da primeira parcela, em abril, a Caixa criou 20 milhões de contas desse tipo, voltadas para quem ainda não tinha conta bancária nem cartão do Cadastro Único do governo federal (CadÚnico) – ou seja, não tinha um meio digital para receber os R$ 600.

Os outros 29,7 milhões de beneficiários receberam o dinheiro em contas bancárias que já existiam antes, ou no cartão do Bolsa Família. Agora, segundo Guimarães, mesmo essas pessoas passarão a receber o auxílio em uma conta digital da Caixa.

Divulgado o Calendário completo

O Ministério da Cidadania divulgou, no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (15), o calendário de pagamentos e saques do auxílio emergencial de R$ 600.

Segundo a Portaria Nº 386, beneficiários que já receberam a primeira parcela até o dia 30 de abril e atenderem às condições legais, poderão receber a segunda parcela a partir de um calendário que tem início na próxima segunda-feira (18).

O cronograma prevê os pagamentos tanto em meio digital (pela poupança social) quando a disponibilização de saques em dinheiro em agências da Caixa Econômica Federal e casas lotéricas. Para saber o dia em que terão direito a receber os valores, os beneficiários devem levar em conta o número final de Nis (no caso dos que recebem Bolsa Família) ou o mês de nascimento (nos outros casos).

No texto da portaria, o ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni afirma que o calendário foi estipulado ‘considerando que já existem mais de 58 milhões de pessoas aptas a receber o auxílio e a necessidade de evitar que estas tenham que comparecer ao mesmo tempo nas agências bancárias, postos bancários ou representantes bancários”.

Ainda de acordo com o texto, o calendário de pagamento para os inscritos no Programa Bolsa Família será entre 18 de maio de 2020 e 30 de maio de 2020, considerando que “no âmbito do programa existem 14,29 milhões de famílias, com mais de 40 milhões de beneficiados”.

Segundo o ministério, os solicitantes através do aplicativo somam mais de 28 milhões de pessoas.

Confira, abaixo, o calendário divulgado nesta sexta-feira:

Pagamentos da segunda parcela – Uso digital (pela poupança social)

OBS: nas datas indicadas no pagamento digital, os recursos estarão disponíveis apenas para o pagamento de contas, de boletos e para realização de compras por meio de cartão de débito virtual.

20/mai (qua) – Nascidos em janeiro/ fevereiro

21/mai (qui) – Nascidos em março/ abril

22/mai (sex) – Nascidos em maio/ junho

23/mai (sab) – Nascidos em julho/ agosto

25/mai (seg) – Nascidos em setembro/ outubro

26/mai (ter) – Nascidos em novembro/ dezembro

Leia também: Bolsonaro veta trechos do projeto de ampliação do auxílio emergencial de R$ 600 para várias categorias e pais solteiros

Pagamentos da segunda parcela – Saque em espécie (bolsa família)

OBS: para fins de organização do fluxo de pessoas em agências bancárias e evitar aglomeração, os recursos disponibilizados na forma do art. 2º estarão disponíveis para saques e transferências bancárias, conforme calendário constante.

Nas datas indicadas abaixo, eventual saldo existente nas poupanças sociais digitais será transferido automaticamente para a conta em que o beneficiário houver recebido a primeira parcela.

18/mai (seg) – NIS 1

19/mai (ter) – NIS 2

20/mai (qua) – NIS 3

21/mai (qui) – NIS 4

22/mai (sex) – NIS 5

23/mai (seg) – NIS 6

26/mai (ter) – NIS 7

27/mai (qua) – NIS 8

28/mai (qui) – NIS 9

29/mai (sex) – NIS 0

Pagamentos da segunda parcela – Saque em espécie (poupança social e demais públicos)

OBS: para fins de organização do fluxo de pessoas em agências bancárias e evitar aglomeração, os recursos disponibilizados na forma do art. 2º estarão disponíveis para saques e transferências bancárias, conforme calendário constante.

Nas datas indicadas abaixo, eventual saldo existente nas poupanças sociais digitais será transferido automaticamente para a conta em que o beneficiário houver recebido a primeira parcela.

30/mai (sab) – Nascidos em janeiro

01/jun (seg) – Nascidos em fevereiro

02/jun (ter) – Nascidos em março

03/jun (qua) – Nascidos em abril

04/jun (qui) – Nascidos em maio

05/jun (sex) – Nasidos em junho

06/jun (sab) – Nascidos em julho

08/jun (seg) – Nascidos em agosto

09/jun (ter) – Nascidos em setembro

10/jun (qua) – Nascidos em outubro

12/jun (sex) – Nascidos em novembro

13/jun (sab) – Nascidos em dezembro


COMPARTILHAR NO WHATSAPP