Saiba
Coceira no corpo à noite pode ser escabiose: o que é e como tratar
A escabiose se origina quando o ácaro feminino entra na pele e deposita seus ovos

Publicado em 21/10/2019 09:50

Foto/Reprodução


Do VIX - Coceira intensa no corpo, especialmente nas mãos, pés e área genital, que parecem piorar durante à noite, pode ser causada por escabiose, popularmente conhecida como sarna humana.

O que é escabiose?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a escabiose é uma parasitose causada por ácaro e que afeta principalmente a entre os dedos das mãos. O desconforto ainda pode atingir áreas genitais, seios, coxas, cotovelos e axilas.

Como se pega a sarna humana

A escabiose se origina quando o ácaro feminino entra na pele e deposita seus ovos. A sarna é altamente contagiosa e, na maioria das vezes, é transmitido de pessoa para pessoa. Segundo informações do Hospital Infantil Sabará, é possível pegar escabiose através de:

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

  • Contato físico próximo e geralmente prolongado
  • Contato sexual
  • Compartilhamento de vestuário, toalhas e itens pessoais

Sintomas de escabiose

Coceiras ou prurido (que pioram durante à noite) e lesões de pele (principalmente em regiões de dobras) são os mais comuns sintomas da sarna humana.

Tratamento da escabiose

O tratamento da sarna humana deve ser individualizado, dependendo das características da doença e das condições gerais de saúde da pessoa, e pode contar com uso de medicamento oral e sabonetes específicos.

Remédio e sabonete contra escabiose

O Ivermectina, droga antiparasita de amplo espectro, costuma ser o remédio de uso oral mais indicado para tratar a escabiose. Para o tratamento tópico, o sabonete de benzoato de benzil (em versão líquida ou em barra) também é usado com frequência para combater o problema.

Após o início do tratamento é importante prestar atenção à prevenção para interromper a cadeia de transmissão da sarna humana. É fundamental evitar contato com pessoas e roupas contaminadas, trocar lençóis diariamente e garantir que todos que convivem com o paciente sejam simultaneamente tratadas.

Quando tratada de forma adequada, a escabiose costuma desaparecer rapidamente, logo após o início da terapia, sem resultar em complicações de saúde.


COMPARTILHAR NO WHATSAPP