Saiba
7 Sinais evidentes de que seu relacionamento está chegando ao fim

Publicado em 03/06/2020 14:02

Foto/Reprodução

Em entrevista para o Huffington Post, terapeutas e psicólogos selecionaram alguns sinais de alerta para casais enxergarem a possibilidade do fim do relacionamento.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

É óbvio que cada casal possui suas particularidades e formas de levar um relacionamento adiante. Quantas vezes já ouvimos falar de namorados que só conseguem manter o relacionamento se estiverem brigando o tempo todo? É saudável? Claro que não, mas cada pessoa possui suas características e, por isso mesmo, os sinais a seguir podem não representar muita coisa no seu relacionamento.

Mesmo assim, é interessante analisá-los pois, de acordo com os psicólogos com anos de carreira, eles foram os principais fatores para as várias separações analisadas ao longo de suas profissões e os sinais evidentes de que seu relacionamento pode estar chegando ao fim.

ELES SENTEM DESPREZO UM PELO OUTRO

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Dá pra imaginar um casal que dê certo sentindo desprezo um pelo outro? Segundo o psicólogo John Gottan, comportamentos como aquela clássica virada de olho em sinal de aversão ou xingamentos não têm espaço em relacionamentos saudáveis.

Depois de quatro décadas de pesquisa, o psicólogo concluiu que o desprezo é uma das ações mais perigosas e cruéis em qualquer relacionamento. Becy Whetsone, uma terapeuta familiar, declarou que ela viu esse cenário ser construído em todos os casais divorciados que já passaram em seu consultório.

HÁ UM DESEQUILÍBRIO DE PODER

Para Whetstone, essa é uma causa comum e ela já presenciou vários divórcios causados por esse desequilíbrio: “Qualquer forma de grande discrepância de poder entre os dois, como ela ser velha e ele novo, ela ser graduada e ele não, ele ser rico e ela pobre, ela ser bonita e ele não ser tão atraente assim, pode acabar causando problemas em um relacionamento”.

Para não permitir que esse tipo de coisa abale um relacionamento, é preciso que o casal se livre de preconceitos e não se abale por opiniões alheias. Se um dos dois for preconceituoso, a tendência é que o relacionamento não dure muito tempo.

ELES NÃO SE LEMBRAM DOS PRIMEIROS DIAS DO RELACIONAMENTO COM CARINHO E AFEIÇÃO

Casais que ainda investem no relacionamento amam relembrar como se conheceram e comentar situações do começo do namoro. Caroline Madden, terapeuta familiar e autora do livro “How To Go From Soul Mates to Roommates in 10 Easy Steps”, afirma: “Mesmo quando eles passam por momentos difíceis, eles olham para trás e se lembram do início”.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Ela prossegue: “Na minha terapia, eu pergunto para os casais como eles se conheceram e como eles se apaixonaram. Quando faço isso, estou procurando qualquer conexão emocional com o casal apaixonado que eles já foram um dia”. Os sinais são claros: “Podem ser lágrimas, risadas ou até raiva por eles não se sentirem mais como aquele casal”.

Madden faz isso para tentar enxergar se ainda há uma fagulha entre eles e se eles ainda se lembram que um dia estiveram perdidamente apaixonados e que podem ser esse casal novamente.

Ela garante: “Quando alguém diz que não consegue se lembrar ou não gostava de algo no parceiro desde o início, eu logo percebo que aquele casal não deve durar muito tempo. Eu posso resgatar casais do divórcio mesmo depois de uma traição, mas não posso trazer a chama de volta”.

ELES NÃO SÃO ABERTOS E HONESTOS UM COM O OUTRO

O nível de intimidade cresce de acordo com o crescimento do relacionamento. Se algum dos dois não consegue baixar a guarda e se abrir com o outro, há pouco espaço para crescer.

O psicólogo Antonio Borrallo alerta: “Sentir que você deve esconder certos aspectos da sua vida é um sinal de problema no relacionamento”. Ele diz: “Talvez você esteja fazendo coisas que são incongruentes com o seu relacionamento ou você ainda não desenvolveu confiança suficiente para compartilhar coisas com a sua parceira”.

Mas esse sentimento não deve permanecer por muito tempo: “De qualquer forma, quando você passa por isso, eu sugiro que reavaliar o seu relacionamento pode ser uma atitude sábia”.

EXISTEM PROBLEMAS DE DEPENDÊNCIA NÃO ABORDADAS

Vícios podem acabar com o mais forte dos relacionamentos. Segundo Ross: “Pode ser difícil, se não impossível, continuar um relacionamento saudável se um lado do casal não estiver disposto a largar um vício como drogas, álcool ou jogo, por exemplo”. Ele sugere uma estratégia de sucesso entre os casais já analisados em sua carreira: “Pedir para que o parceiro se livre do vício antes de aceitar casar com ele pode ser uma boa ideia para saber se ele realmente está dedicado ou se você vai precisar enfrentar esse problema ao longo de todo o casamento”.

UM DOS PARCEIROS ESCONDE O RELACIONAMENTO NAS REDES SOCIAIS

Este é um sinal moderno e polêmico, mas não menos verdadeiro para os terapeutas entrevistados pelo Huffingtonpost. Para Borello, se o casal não está presente nas redes sociais ou, mesmo presente, não compartilha nada sobre o seu relacionamento, não há problema. O risco surge quando um dos dois posta várias coisas ao longo do dia mas não fala nada sobre o relacionamento ou sequer coloca o status do relacionamento no Facebook, por exemplo.

Para ele, não há motivos para que um dos dois esconda isso do mundo. Ele garante: “Se a sua parceira evita postar fotos do casal mas sempre publica outras fotos ou atualiza seu status frequentemente, pergunte para ela qual o problema. Casais empolgados com o futuro normalmente querem compartilhar a sua felicidade com seus amigos e família. É claro que não há a necessidade de exagerar, mas é estranho quando isso não acontece em momento algum”.

UM DOS MEMBROS DO CASAL SE SENTE SOZINHO NO RELACIONAMENTO

É normal estar sozinho de vez em quando, mas se sentir sozinho por muito tempo, mesmo em um relacionamento, é algo extremamente perigoso.

Relacionamentos servem para tirar essa sensação de solidão e, para Borello, pessoas que se sentem sozinhas mesmo namorando provavelmente estão presas em um relacionamento que não serve mais as suas necessidades emocionais.

Ele explica: “Todos temos a necessidade de sermos amados, aceitos, respeitados e apreciados pela outra pessoa. Quando você está em um relacionamento, você obviamente espera por isso, mas se esses desejos não forem atendidos, a solidão normalmente é o resultado”.

A verdadeira solidão, ele garante: “É o sentimento que temos quando queremos intimidade com alguém mas a outra pessoa não se conecta conosco da forma que esperamos”.

Quando isso acontece, normalmente o relacionamento está perto do fim. Além de observar esses sinais, para fazer um casamento ou namoro funcionar, é preciso se dedicar e querer que tudo dê certo. Vão existir momentos difíceis, situações complicadas e horas de angústia. Por isso, não basta amar, é preciso querer amar.

Fonte: Manuel do Homem Moderno


COMPARTILHAR NO WHATSAPP